Oncoguia

Pesquisa no site:

Pesquisa no site:

RSS

A- A+

Patrocínio

Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET )

Equipe Oncoguia

Última atualização: 06/10/2011

O PET Scan (ou PET/CT), é a sigla para Positron Emission Tomography ou, em português, Tomografia por Emissão de Pósitrons, é uma modalidade de diagnóstico por imagem que permite avaliar funções importantes do corpo, tais como o fluxo do sangue, o uso do oxigênio, e o metabolismo do açúcar (glicose), ajudando aos médicos a avaliar como os órgãos e os tecidos estão funcionando.

Para que serve

A detecção de anormalidades metabólicas através da tomografia por emissão de pósitrons (PET Scan) tem sido aplicada nas áreas de oncologia, neurologia e cardiologia.

Os avanços na área de diagnósticos por imagem utilizando o PET Scan têm permitido diagnósticos mais precisos de diferentes doenças, possibilitando um planejamento terapêutico mais adequado ao paciente.

O PET scan é realizado para:

  • Detectar tumores cancerígenos
  • Determinar se o câncer se espalhou pelo corpo e quanto (metástases)
  • Avaliar a eficácia de um determinado tratamento, por exemplo, a terapia contra câncer que um paciente recebe
  • Determinar se o câncer retorna após o tratamento
  • Determinar o fluxo do sangue que chega ao músculo cardíaco
  • Determinar a lesão no coração que provocou um infarto cardíaco
  • Identificar áreas do músculo cardíaco que se potencialmente podem se beneficiar de um procedimento invasivo, por exemplo, angioplastia
  • Avaliar anormalidades no cérebro, tais como tumores e alterações da memória
  • Estudar o funcionamento normal do cérebro e coração humanos

Onde pode ser feito no Brasil?

     São Paulo

 
     Campinas
 
 
     Curitiba
 

     Rio de Janeiro

 
     Brasília
 
 
Custo aproximado do exame: R$ 3.500,00 

Dúvidas frequentes

Convênio paga ou não?

Apesar da nova lei determinada pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), no mês de abril, que obriga os planos de saúde a ampliarem suas coberturas, o exame do Pet-scan não é pago pelos convênios.

Quem pode e quando deve fazer?

O exame pode ser feito em todos os pacientes com doenças cardíacas, do sistema nervoso central e portadores de câncer nos quais esteja indicado esse tipo de estudo sobre tudo para complementar o diagnóstico e para planejar a estratégia de tratamento mais eficaz para o caso.

Lembramos ainda que é o médico responsável pelo tratamento quem decide e define se o exame deve ser feito ou não.

Fontes:


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003-2009 Oncoguia. Todos os Direitos Reservados. desenvolvido por Lookmysite